Interferências manuais (xilogravuras, colagens e serigrafia) de César Maurício e Fabian Fagundes sobre plotter com colagem digital de jornais eletrônicos do mundo inteiro de Cláudio Santos. O resultado final foi um pergaminho de 12mx83cm.

"É uma ode ao efêmero. Uma apropriação de elementos e da linguagem da Internet e um questionamento de onde se encontra a obra de arte num universo saturado de imagens, símbolos, informações e referências."

O pergaminho digital de 12 m x 83 ficou exposto no Centro de Cultura de Belo Horizonte.

Festival Vibez Brasil Pró-Mundo
Exposição coletiva de César Maurício, Fabian Fagundes e Cláudio Santos

De 21-09-98 a 03-10-98
Centro de Cultura BH (Antigo Museu de Mineralogia)